É teratogênica?

         Alguns estudos sugerem que o fumo tenha um efeito teratogênico relacionado com dificuldade de aprendizado e câncer na infância. O cigarro é um dos grandes fatores de abortamento e morte perinatal.

 

                                              Que defeitos causa?

      Diminuição da estatura, do perímetro cefálico, redução no tamanho de alguns órgãos, como o cérebro, e diversas outras patologias fetais.

 

                                      Qual seu mecanismo de ação?

      A nicotina tem um efeito vasoconstrictor que diminui o fluxo sangüíneo placentário, levando a menor oxigenação do feto.

 

    Qual dose é teratogênica? Em que período é prejudicial? 

      Cada cigarro fumado por dia diminui o peso do bebê em 0,2% e cada mg de nicotina inalada o diminui em 0,5%. Tem ação durante toda a gravidez, ocorrendo retardo do crescimento intra-uterino e baixo peso ao nascer, principalmente se a gestante fumar no último trimestre da gravidez.

 

 

                                   Há outros efeitos?

 

      Existem estudos demonstrando o aumento da incidência de patologias respiratórias, como asma e bronquite nas crianças “fumantes passivas”.

 

 

É contra-indicado o fumo dos pais durante a gravidez, a lactação e a infância.

Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ 
Estudo Colaborativo Latino Americano de Malformação Congenita - ECLAMC

Centro Colaborativo da Organização Mundial de Saúde para Prevenção de Malformações Congênitas

ECLAMC

Responsável pelo Disque Gestante: Prof.ª Dr.ª Ieda Orioli

Responsável pela página web: Dr. Daniel Mattos.